Publicado por Redação

Associado a algo ruim, o aborto causa certo impacto naqueles que sonham com o mesmo: será que algo horrível está para acontecer? Bem, infelizmente, quase nunca sonhar com aborto possui a melhor das interpretações, confira.

Possíveis significados de sonhar com aborto

Inicialmente, tenha consciência que sonhar com aborto não é um bom sinal, mas que você pode encarar o sonho como um aviso e tentar reverter ou contornar a situação da qual ele se refere.

  • Se você é uma mulher, existe uma grande probabilidade deste sonho estar te avisando que você está passando por ajustes em algumas situações e tentando solucionar sentimentos inconscientes.
  • Se você é um homem, é provável que o sonho esteja avisando que você nutre um sentimento de culpa por algo que fez/não fez ou pode ser um aviso sobre alguma falha que você está cometendo/cometeu/cometerá.
  • Se você nunca fez um aborto e sonhou com um, o sonho é uma advertência sobre sua saúde ou um alerta, dizendo que você está sofrendo de ansiedade.

    Sonhar com aborto

    Foto: Reprodução

  • Se você já fez um aborto, encare o sonho como a cura deste trauma e busque a auto aceitação.
  • Sonhar com aborto pode indicar que existe algo que te preocupa e que isso não irá acabar bem se você continuar encarando/tratando da mesma forma, portanto, busque outros rumos.
  • Talvez signifique que você está impedindo o seu próprio crescimento, portanto, tente mudar isso elaborando novos projetos, desta vez, mais concretos, firmes.
  • Muitas vezes sonhar com aborto é um alerta para que você não confie nas aparências, pois elas podem te confundir.
  • Pode indicar que o caminho que você anda seguindo não é lícito ou moral, portanto, se você insistir nele, terá prejuízos sociais e/ou econômicos.
  • O único significado positivo que se tem conhecimento é: se o aborto for bem sucedido no sonho, pode ser um presságio de uma vida longa para si mesmo.

O que é um aborto?

O aborto é descrito como “interrupção da gravidez”, seja de modo espontâneo ou proposital, mas independente do modo que ocorreu, o aborto sempre é doloroso (emocionalmente ou fisicamente) para a mulher e/ou pessoas que convivem com ela, pois trata-se da morte de um embrião ou de um bebê (quando o mesmo já estiver formado, após o terceiro mês de gestação), o que provavelmente acaba deixando as ex-gestantes bem tristes.

Existem dois tipos de aborto: o espontâneo é aquele que ocorre sem ser esperado (sem querer) ou desejado pela gestante, consequente de alguma anomalia ou disfunção não prevista; o aborto provocado é o outro tipo, este ocorre quando ele é, literalmente, procurado, de qualquer maneira (doméstica, química ou cirúrgica). Mas esses dois tipos são igualmente difíceis de lidar.

Veja mais!