Publicado por Redação

Nós fazemos uso do relógio diariamente, então talvez seja esse o motivo deste objeto aparecer em alguns de nossos sonhos. Mas o que isso significa? Que mensagem o relógio quer passar quando sonhamos com ele?

Sonhar com relógio

Foto: Reprodução

Há uma gama de significados como tranquilidade, promoções no emprego com melhor perspectiva de salário, algum dinheiro que se tem a receber, o surgimento de uma herança inesperada. Pode indicar ainda que vão ocorrer algumas mudanças na vida, o abandono de certas atitudes de submissão. Os relógios também podem indicar que está na hora de recorrer à influência de amigos para progredir na vida, que algum perigo está para surgir ou que você poderá receber notícias bastante desagradáveis como a morte de um amigo ou ente querido. Caso você esteja com a sensação de que sua vida está passando rápido demais os relógios também poderão aparecer em seus sonhos.

Veja mais detalhadamente o que significa sonhar com relógio

Relógio de pulso: Caso sonhe com um relógio de pulso é um sinal de que é bom recorrer à influência dos amigos para conseguir progredir na vida profissional, por exemplo.

Relógio de parede: Tranquilidade.

Sonhar com relógio de bolso: Serve como alerta para o abandono de atos de submissão.

Sonhar com relógio quebrado: Mudanças de vida e breve promoção no emprego.

Ver um relógio: Bom sinal na questão dos negócios ou surgimento de algum perigo.

Comprar um relógio: Neste caso também indica uma promoção e aumento de salário.

Sonhar achando um relógio: O surgimento de uma herança inesperada, medo de compromissos assumidos recentemente ou de que a vida esteja passando rápido demais.

Batidas do relógio: Receberá notícias desagradáveis como a morte de um amigo ou entes queridos.

História do relógio

Em dado momento da história a humanidade se viu com uma necessidade de registrar e quantificar a passagem do tempo, e desta necessidade surgiram as primeiras invenções para fazer este registro e elas receberam o nome de “relógio”.

Os primeiros relógios foram os de sol, onde a luz do mesmo demarcava a passagem das horas de acordo com a sombra presente na estrutura do relógio, há também os relógios de água, os clepsidras e as famosas ampulhetas, relógios onde o tempo era marcado com o uso da areia que escorria num recipiente de vidro. Apenas séculos mais tarde foram criados os relógios mecânicos, feitos com engrenagens, e ao final do século XIV, 2.200 anos após o aparecimento do primeiro relógio, Galileu Galilei descobre a lei do pêndulo. Atualmente os relógios mais precisos são os atômicos, mas sejam de pêndulo, mecânicos ou cronométricos os relógios são hoje indispensáveis em nosso cotidiano.

Veja mais!